Professor, você é visto nas mídias sociais?

Facebook, instagram, twitter, snapchat, periscope não são palavras estranhas para você. Ou pelo menos não deveriam ser. Assim como falei no post “Seja uma autoridade na sua área”, o professor deve administrar sua carreira como uma empresa; é uma marca, um produto e, como tal, para ser vendido deve ser exposto. E um dos tópicos tratados para ajudar nessa autoridade foram as redes, as mídias sociais. Em um mundo tão conectado, é impossível querer agregar valor ao seu trabalho, disseminar conhecimento, fazer disso um excelente negócio e estar fora de algumas delas e ainda de forma incipiente.

E quais você possui? Qual a mais adequada para o que pretende? É melhor ter um perfil ou página no facebook? Qual é o seu público? Você tem usado corretamente o periscope? Como ter atenção das pessoas? Você realmente é visto nas redes sociais? Muitas indagações e uma certeza: não é fácil respondê-las, eu sei. Por isso, hoje vou ajuda-los a encontrar essas respostas e entender como funcionam algumas ferramentas.

Antes de tudo, é preciso ter em mente que ser visto nas redes sociais é ser reconhecido como especialista em algum assunto e impactar pessoas interessadas naquilo que você divulga. Você é reconhecido dessa forma? Para que você seja assunto, gere buzz nas redes, seja autoridade no que publica, é preciso ter estratégia digital para isso. Vou enumerar alguns pontos iniciais imprescindíveis e depois convido a você pensar se utiliza-os.

- saiba qual é o seu público. A partir disso saberá qual a melhor rede social a ser utilizada, bem o que gerar de conteúdo específico

- crie sua marca, seu estilo próprio

- veja de que forma é útil na vida das pessoas; potencialize sentimentos que te aproximem delas

- tenha atenção ao conteúdo de qualidade; o que você publica é a imagem que as pessoas terão de você

- imagens e vídeos atraem bastante; seja visual nas redes

- tenha diálogo com seu público; responda perguntas, críticas, agradeça elogios; faça enquetes que promovam conversas

- use métricas para monitorar suas redes e saber se elas estão alinhadas com seu objetivo

- esteja preparado para lados negativos, mas claro, sempre bom evita-los. Caso aconteça algo que não agrade muito, seja solícito em atender o público atingido e corrija quando errar

- ter cuidado com excesso de publicidade; as pessoas querem ver engajamento

- seja verdadeiro; as pessoas querem ver você como aparece nas redes sociais

Pensou? Não utiliza ou somente alguns? Pois é! Aparentemente achamos que sabemos realmente usar esses canais de comunicação, mas não é tão simples como parece. Aliado a essas dicas mencionadas, é preciso usar práticas estabelecidas. Por isso também trouxe algumas delas destinadas e específicas para determinada mídia social.


Facebook – a rede social mais popular, facebook é um canal multimídia que tem como destaque assuntos que estimulam o compartilhamento e são mencionados. Então gere conteúdo de interesse do seu público-alvo, colocando notícias relacionadas a ele, até mesmo de entretenimento, utilize vídeos, gifs, imagens, textos. Mescle informações sobre sua área com algo motivacional. Vise o engajamento nos comentários, mas sempre lembrando de evitar assuntos polêmicos. Podem realizadas promoções de cursos, sorteios de livros. Nesta plataforma também podem ser criados grupos de discussão acerca da disciplina. Um professor criou o “Cantinho da Informática”, onde ele coloca dicas, vídeos de suas aulas, faz questionamentos, publica o “memorex” (apostila em PDF produzida com um resumo dos principais assuntos mais cobrados em concursos nessa disciplina). São infinitas as possibilidades de utilização dessa rede.

- um ponto que levanta questionamentos é ter um perfil ou uma página. No perfil você tem que aceitar amigos e este número é limitado; trabalha somente com postagens no mural e também não tem uma noção de quantas pessoas veem suas publicações. Então para o mais profissional possível, e dependendo do seu objetivo e público, é aconselhável utilizar página. Ela apresenta estatísticas detalhadas sobre quantas pessoas foram atingidas por cada publicação e qual o perfil demográfico dos seus seguidores. Assim, é possível ver quais as suas publicações e tipo delas fazem mais sucesso e, dessa forma, potencializar aquilo que as pessoas querem ler e ver de você. Algumas publicações podem tornar-se maiores para que sejam destaques na sua linha do tempo. Outro ponto que vale destaque é que você é uma pessoa só. Muitas vezes é impossível dissociar. Então não é interessante ter uma página profissional e outra pessoal.

- Instagram – voltado para fotos e vídeos de pequena duração, o engajamento se dá por curtidas, comentários e também por respost ou regram (como se fosse um compartilhamento no facebook). A atualização com frequência requer algo que vai além de banco de imagens. Apresente o que tem trabalhado na sua área, suas referências e o que te inspira. Eduque os usuários. Inclua também imagens e vídeos sobre o seu além professor, divulgando um pouco do seu dia a dia, sabendo dosar com o que é publicável. Isso consolida para os seus seguidores o seu estilo, quem você é, a sua marca e ainda eles se sentem seus amigos próximos. Mostre fotos em tempo real em eventos, peça que os usuários enviem fotos para campanhas que você realiza, sorteios.

- Twitter – são apenas 140 caracteres para falar o que pretende. É ágil, tem mensagens curtas e ainda uma conexão muito próxima com seus seguidores. Notícias atuais e publicações sobre negócios são as curtidas e retweets mais populares nesta rede. Publique atualizações de sua área e compartilhe links relacionados a elas, com artigos científicos, pesquisas, dados estatísticos. Crie hashtags para ampliar suas postagens. Vale ressaltar que o twitter é um termômetro do que tem sido mais comentado no momento em todo mundo. Primeiro aparece no twitter, para então só depois ser assunto nas outras redes.

- Snapchat – neste aplicativo os usuários trocam mensagens em forma de foto e vídeo e as exibições duram no máximo 10 segundos. Com as atualizações agora tem a possibilidade de conversar com amigos por texto e vídeo em tempo real, não tendo mais a limitação do envio de imagens e vídeos individuais. Mas como um professor pode utilizar isso como catalizador na sua área? Aqui é uma das ferramentas do seja visto, mas claro para o seu público específico. Se ele está também aqui, podem ser iniciadas promoções ou sorteio de livros; lançamento de novos cursos, despertando a curiosidade dos seus seguidores, já que usa vídeos; pode ser utilizado com conteúdo exclusivo de palestras, de demais eventos ou ao vivo de bastidores de uma aula; interação com seu público, pois tem um contato direto, rápido e pessoal.

- Periscope – Ganhando cada vez mais espaço, sua finalidade é a transmissão de serviço de Streamings (transmissão de vídeo em tempo real, ao vivo. Fica disponível depois por até 24 horas. Também pode ser salvo no smartphone). Quem possui o aplicativo é notificado no momento em que ocorre transmissão, podendo assistir de qualquer lugar do mundo, fazer comentários que aparecem simultaneamente na tela, além de dar um like. Este canal é muito interessante para fazer ligações do conteúdo com o que tem sido relevante nos noticiários. Explicar uma aplicabilidade prática para determinado conteúdo. Conheço um professor de Direito Constitucional que sempre que tem alguma novidade nos assuntos políticos que temos vivenciado. Ele grava um periscope colocando em voga a disciplina em torno disso, explicando, por exemplo, a legalidade do impeachment, atuação do judiciário, sobre liminares, foro privilegiado, atuação do STF, dentre outros. Pode também ser um incentivo na troca de experiências, em que você pode indicar livros, artigos para que seus usuários leiam e depois debater pela transmissão ou mesmo propor que eles mesmo relatem o que querem ver.

- PROLUNO

Não sei se notou, mas a Proluno tem várias características de uma rede social. E na verdade ela foi criada também com esse intuito, para que professores e alunos se encontrassem facilmente. Além disso, fizemos com que a Página de Perfil do Professor fosse um agregador de Redes Sociais, pois ao entrar na Página de um professor você terá acesso a todas as redes sociais de que ele faz parte. E fomos além, por meio de alguns cliques os alunos podem compartilhar essa Página de Perfil em suas próprias redes sociais, fazendo com que o professor seja conhecido pelos amigos do aluno. 

Mais do que canais de relacionamentos pessoais, informação e entretenimento, este universo das redes sociais, repleto de desafios, novidades, possibilidades, pode se tornar ferramenta de interação valiosa e crescimento profissional, desde que bem utilizada. Muito se tem de conhecimento e conteúdo, mas ainda sem saber como usá-lo e o que fazer. Portanto, aproveite as experiências que trocamos neste post e potencialize as redes sociais com o que elas têm de melhor. Veja-as como uma grande oportunidade para fazer a diferença. Quando interagimos com os outros e com o mundo aprendemos bastante, interiorizamos isso e nos reelaboramos pessoal e profissionalmente.

Veja também

Deixe seu comentário