Como aumentar seu foco nos estudos

Olá. Tudo bem?

Aqui quem fala é Roniere Miranda. Para quem ainda não me conhece, sou o idealizador da Proluno, criador do site www.ronieremiranda.com e autor do livro Finalmente Concursado - Como adquirir o hábito de estudar para concursos e garantir uma vaga. Atualmente exercendo o cargo de Auditor Fiscal do Trabalho, lotado em Brasília.

Escolhi para hoje um tema importantíssimo para todo concurseiro. Falaremos sobre 5 dicas de como ter mais foco na hora de estudar.

Você já se sentiu alguma vez cansado logo nos primeiros minutos de seus estudos? Eu já me senti assim muitas vezes e é altamente desestimulante. Parece que o estudo não rende, que não conseguimos aprender muita coisa.

Vou te contar uma pequena história que ilustra muito bem isso. Em 2009 decidi estudar para o concurso de Auditor Fiscal do Trabalho (AFT) e estava a mais ou menos 6 meses parado, então me planejei para começar a estudar pelo menos 3 horas por dia, isso na minha primeira semana.

Numa segunda feira saí do trabalho lá pelas 17h30, nessa época trabalhava no INCRA, com todo meu material em mãos, me dirigi até a biblioteca, onde faria minhas primeiras 3 horas de estudo, e mais ou menos pelas 18h30 já estava sentado, com livro aberto, caneta do lado, tudo preparado para estudar, mas mais ou menos às 19h30 já estava em casa, me sentindo extremamente culpado por não ter conseguido estudar nenhuma hora sequer.

Veja que nessa época eu já era um concurseiro experiente, já tinha estudado por muito tempo para concurso. O INCRA, se não me engano, já era o meu 4º órgão público. Então já tinha uma certa bagagem de estudo e mesmo assim, me planejando, com material em mãos, local adequado, eu não consegui nesse dia imprimir uma boa quantidade de horas de estudo. E é por isso que eu queria lhe dar algumas dicas para amenizar esse tipo de problema.

Mas antes da 1ª dica eu queria lhe pedir uma coisa: colocar em prática o que você aprender. Se você achou interessante uma dica, duas dicas, coloque em prática, pois conhecimento só é poder se praticado.

Vamos para nossa 1ª dica: Parar de focar no problema e focar na solução. Pare imediatamente de reclamar a todo instante que está com sono, cansado, desestimulado. Quanto mais você reclama, mais é reforçado no seu cérebro que está nesse estado. Costumo brincar e até aconselhar meus amigos para fazer esse teste, parar de reclamar de algo que lhe incomoda durante 1 semana, para ver se altera alguma coisa em sua vida.

         

Concentrar-se em resolver o problema é muito mais importante do que se concentrar no problema em si. É algo totalmente diferente. Quanto mais focamos no problema, mais ele aumenta e diminuímos nossa capacidade de encontrar uma solução. Gosto muito de contar uma história de quando eu era criança para ilustrar como funciona o foco em nossas vidas. Com certeza você já deve ter, muito provavelmente aliás, você já deve ter recebido esse presente, uma lupa. Quando eu era criança recebi de presente do meu pai uma lupa. Com essa lupa eu gostava de ampliar as palavras de um livro ou de um dicionário. Só sei que eu gostava muito de ampliar as palavras e observava uma coisa, achava interessante que quando observava uma letra especifica de uma palavra, as letras do lado dessa palavra ficavam menores. Se eu focava, por exemplo, na letra A da palavra PAI, o P e o I ficavam menores, lógico, ne?, do que a letra A.

E isso acontece em todos os aspectos da nossa vida. Quando focamos em determinada coisa, em determinado objeto ou em determinada situação, tudo ao redor desse objeto, dessa situação, torna-se menor. Por um lado, isso é bom, quando nós focamos no que é certo, na coisa certa, o que fica ao redor ficará diminuído. Mas quando focamos no lado errado da vida, nos aspectos errados da vida, os aspectos bons vão ficar menores e os aspectos ruins, aquilo que não nos parece bom ou aquilo que está nos incomodando ficará maior, cada vez mais.

Pois é, pessoal, essa é a primeira dica que eu queria dar para vocês. Vamos parar de focar no problema de estar cansado, no problema de estar desestimulado, no problema de estar sem ânimo para o estudo e vamos tratar de focar na solução. Essa foi a nossa 1ª dica.

Tenha claro o seu objetivo quando começar a estudar, essa é a nossa 2ª dica.

Parece muito simples essa dica, mas ter claramente um objetivo de estar começando os seus estudos do dia lhe dará muito mais ânimo do que pensar que aquele estudo é apenas mais algumas horas de estudo. Ter sentido nos estudos é justamente isso, você deve saber para que rumo sua vida está sendo conduzida por conta daquelas horas de estudo.

Você não está sentado simplesmente para estudar as competências privativas da União, mas para passar no concurso que você sonhou. Você não está sentado na cadeira para decorar as modalidades de licitação existentes, mas para dar mais um passo rumo a sua nomeação.

O conteúdo do estudo é apenas um meio para a realização do seu sonho. Mas se você não tiver claro qual é esse sonho, qual é o seu objetivo, qual é a sua meta de vida, do seu concurso, esse estudo, esse conteúdo, seja qual for, vai se tornar mais pesado, mais entediante. Mas quando você coloca a luz do seu sonho, quando você coloca o brilho do seu sonho em cima desse conteúdo, você certamente vai olhar ele com outros olhos. E consequentemente você terá mais ânimo e mais disposição para estudar.

Eu sei que às vezes a correria do dia a dia, a rotina ou esse longo tempo que você está estudando pode lhe tirar essa força de vontade, esse brilho do concurso e fazer com que muitas vezes o conteúdo se torne enfadonho, chato, totalmente desinteressante. Mas se você conseguir uma forma, conseguir uma técnica, um meio de lembrar constantemente, e principalmente nos primeiros minutos, ou quando anteceder a sua hora de estudar, se você conseguir lembrar da razão que lhe levou a ter aquele momento ou por que você tem que estudar aquela disciplina especificamente, com certeza absoluta isso melhorará demais a sua disposição para o estudo naquele dia.

Acredite ter certeza do seu objetivo lhe dará muito mais ânimo. Aliás, ter um propósito na sua vida de concurseiro, essa simples constância de pensamento, lhe dará muito mais gás todos os dias no seu estudo.

Vamos para a nossa 3ª dica: ter uma rotina antes de sentar na cadeira.

Nesse mesmo período em que eu comecei a estudar para o concurso de AFT, eu desenvolvi uma rotina, simples até, mas que hoje eu vejo que me preparava psicologicamente para estudar.

Todos os dias eu saia do trabalho e me dirigia à biblioteca. Fiz isso por mais ou menos 1 ano e 4 meses e ao lado da biblioteca havia uma padaria onde eu fazia um pequeno lanche. Isso demorava em torno de 15 a 20 minutos. Na época eu não sabia, mas essa rotina preparava não só o meu corpo, mas o meu cérebro, pois ele já ficava a postos, pois sabia que sempre depois daquele lanche eu passaria, pelo menos, 3 horas estudando.

Então, a nossa 3ª dica é essa, prepare-se para estudar. Seu cérebro precisa estar em sintonia com a atividade de estudo. Tente algumas alternativas para isso, tomar um banho frio, se você for estudar em casa, exercitar-se um pouco, se você passar em uma academia antes, meditar. O importante é ter uma rotina pré-estudo que lhe estimule e ensine seu cérebro que após certa atividade você começará a estudar. Esse assunto rotina, hábitos, eu exploro bastante no meu livro Finalmente Concursado – Como adquirir o habito de estudar para concurso e garantir uma vaga, esse é o subtítulo do livro. E lá eu explico detalhadamente como o hábito é formado, os gatilhos, as recompensas, etc.

Mas aqui o interessante é saber que nosso cérebro adora hábitos, adora saber previamente, antecipadamente o que irá acontecer e quando você faz isso, quando você dá essa rotina para o cérebro, ele entra num estado automático, se cansa menos, consome menos energia e consequentemente você tem mais energia para continuar estudando. Essa é a sacada dessa dica, dar mais energia, através da rotina, através do habito, para o cérebro e consequentemente ter menos desgaste dele. Essa é a grande sacada dessa nossa terceira dica.

Vamos lá para a nossa 4ª dica. Nossa 4ª dica é uma dica simples, mas altamente interessante, que é concentrar-se nos estudos. Você pode estar pensando, “poxa, Roniere, mas eu já tento me concentrar e não consigo”. Mas será que você tenta realmente? Será que você já foi pesquisar na internet alguma técnica que possa ser aplicada para aumentar a concentração?

Eu lhe garanto que se você for procurar, depois que ler esse artigo, lógico, você encontrara inúmeras técnicas, de simples a mais complexas, mas o certo é que existem inúmeras técnicas que podem lhe ajudar a aumentar sua concentração.

Eu mesmo utilizava uma ou duas, sempre que precisava, naqueles momentos em que estava menos concentrado, eu utilizava alguma técnica para aumentar minha concentração. Nem sempre é preciso, mas muitas vezes é necessária uma técnica ou algo que lhe ajuda aumentar sua concentração. Tenho certeza que você encontrara algo que lhe ajude.

Quanto mais concentrado você estiver, menos cansaço você vai sentir. Isso é algo lógico, mas que muitas vezes nos esquecemos de que devemos estudar o máximo concentrado possível para que o estudo renda o melhor possível.

Também isso é uma coisa muito lógica, muito fácil de se entender, mas muita gente não coloca em pratica, que é afastar todas as distrações possíveis durante o estudo. Afastar celular, afastar televisão, afastar qualquer coisa que lhe roube a sua concentração, que lhe chame a atenção. Às vezes um simples celular, um simples toque de WhatsApp já lhe toma toda a sua concentração, você dispersa e para voltar ao assunto você demora 1, 2, 3 minutos e isso é altamente prejudicial. Inclusive já escrevemos em outro artigo aqui na Proluno seis dicas de como se concentrar nos estudos. Confira aqui.

Pois bem, essa foi a nossa 4ª dica. Como eu disse, uma dica simples, mas que muito concurseiro esquece de fazer, concentrar-se antes de começar a estudar. E mais ainda, essa dica, de concentrar-se, vai muito ao encontro de nossa dica anterior de ter uma atividade antes de começar a estudar, uma rotina. Essa rotina pode ser muito bem uma técnica de concentração. Você adquirir esse hábito de todas as vezes antes de começar a estudar, antes de abrir o livro, você ter esse hábito de desenvolver uma técnica para estudar, pode ser uma rotina pré-estudo.

Deixa eu te falar uma técnica que eu utilizava às vezes. É bem simples e você pode utilizar também para você. Imagine duas colunas, uma da direita e outra da esquerda, e nessas colunas você coloca um número. Coloca o numero 20 na da esquerda e o número 0 na coluna da direita e vai alternando mentalmente 20, 0, 19, 1, 18, 2, até que no final você vai ter os números ao contrário. O número 0 na coluna da esquerda e 20 na coluna da direita. Você pode começar com 30, 40, 100, vai depender basicamente do seu grau de desconcentração. Técnica simples, como eu disse, eu achei até na internet essa técnica e me ajudava bastante nas épocas ou nas horas em que eu estava mais desconcentrado.

Pois bem, vamos para a nossa dica de número 5 de como aumentar o foco na hora de estudar.

Nossa dica número 5 é ter paciência. O processo de estudo exige adaptação do corpo e da mente, com o tempo você entrará no piloto automático, que facilitará muito a sua vida de estudante, mas não é do dia para a noite. Um dos fatores que me levaram a escrever meu livro Finalmente Concursado é ter passado várias vezes pela situação ou problema de não conseguir imprimir um ritmo forte nos estudos, ou pior, parar muitas vezes. Estudar 1 mês, 2 meses, e parar 2 semanas, 3 semanas. Estudar 6 meses e parar ou parar depois de uma reprovação.

E o que eu quero dizer com isso? Muitas vezes eu não tinha paciência de conseguir um ritmo forte nos meus estudos. Já nas primeiras semanas ou no primeiro mês, quando me sentia cansado, desanimado, parava. Não entendia na época que o corpo e a mente precisam de um tempo para se adaptar ou como eu digo no meu livro, quando me perguntam quanto tempo levamos para adquirir um habito, se são 21 dias, 30 dias, 1 mês, 2 meses?

Existe um livro de um autor psicólogo, chamado Jeremy Jean, que fala sobre isso, quanto tempo levamos para adquirir um hábito. E ele quebra alguns paradigmas, como essa famosa teoria de que levamos 21 dias para adquirir um hábito. Na verdade ele nos diz nesse livro que dependendo do hábito se leva tempo diferente. Por exemplo, o hábito de beber água ou beber mais água é muito mais simples de se adquirir do que o hábito de, por exemplo, fazer exercício. Nessa pesquisa desse autor que eu falei, enquanto esse hábito de beber água mais constantemente levou cerca de 20 dias, o hábito de exercitar-se levou 84 dias. Resumindo, quanto mais complexo o habito, mais tempo levamos para adquiri-lo. E quanto mais simples, mais rápido o incorporamos na nossa rotina. Eu acho que já deu para entender basicamente a lógica.

Em média o autor fala que nós levamos 66 dias para adquirir um hábito, mas de acordo com a minha pesquisa empírica, utilizando eu mesmo como cobaia, como pesquisado, eu via que em média 30 dias em uma rotina planejada eu já adquiria muito do hábito de estudar. Geralmente depois de 1 mês estudando em determinado horário, por exemplo a noite, eu comecei a estudar a noite, eu via que em 1 mês mais ou menos eu já estava adquirindo aquele hábito, já estava acostumado a estudar naquele determinado horário.

E é por isso também que fiz 2 desafios no instagram do meu livro @finalmenteconcursado que é o desafio de estudar 30 dias seguidos. Primeiro desafio foi responder 50 questões todos os dias durante 30 dias e o segundo desafio, que, se não me engano ainda, está vigorando, é estudar pelo menos 3 horas todos os dias durante 30 dias. E muita gente me relatou que após cumprir esse desafio que virou rotina, ou fazia 50 questões todos os dias ou estudava 3 horas todos os dias.

O fato é que tenha paciência, quanto mais o tempo passar, mais essa rotina de estudo vai se tornando menos enfadonha, menos desanimadora, menos cansativa. É claro que vai ter dias que mesmo você já estudando depois de 6 meses, 8 meses, vai ter dias em que você vai estar mais cansado, com menos ânimo, mas o fato é, depois de pelo menos 1 mês, você vai entrar numa rotina tal, adquirir um hábito tal, que vai se tornar menos pesaroso estudar para seu concurso.

Isso é bem claro depois de algum tempo estudando para concurso. Você pode conversar com quem já passou, com que passou já passou vários meses estudando e fez um concurso e foi aprovado, pode perguntar para qualquer um que você vai ter essa mesma resposta da rotina de estudar para concurso.

Pois é, pessoal, essas foram as 5 dicas para aumentar o foco na hora de estudar para concurso. São dicas simples, mas tenho certeza que melhorará bastante a sua vida de concurseiro.

Forte abraço e até a próxima!

Este foi um dos episódios do SuperaCast, o nosso Podcast semanal. Para ouvir, CLIQUE AQUI

Veja também

Deixe seu comentário