Veja como fazer seu planejamento de estudo para concursos

Por onde começar a estudar? Como começar? O que devo estudar hoje? Como sei quando terei que fazer revisões e questões? Certamente você já se pegou com esses questionamentos em sua preparação para concursos, mesmo que esteja há algum tempo nesse universo. E essas dúvidas são, muitas vezes, verdadeiras dores de cabeça e também grande parte da causa da falta de disciplina e concentração. Afinal, nada pode deixar mais desconcentrado(a) do que não saber o que fazer. Tudo isso ocorre porque falta um planejamento. Estudar bastante e corretamente é apenas um dos processos que leva à nomeação. Tão importante quanto é um planejamento de seus estudos.

Planejar é definir objetivos e os meios para alcançá-los. Planejamento é um processo contínuo e dinâmico com ações interligadas e que visam a tornar real o seu objetivo futuro. Um planejamento de forma adequada possibilita:

- Estabelecimento de objetivos e metas

- Estimula o comprometimento ao delimitar responsabilidades

- Delimita prazos, atividades

- Possibilita o controle e ajuste de variáveis que possam ocorrer em sua rotina

- Faz com que você use seus meios de estudo de forma mais eficiente e eficaz

- Tem como um dos produtos o plano

As vantagens são muitas e, claro, inquestionável a importância delas para quem deseja ingressar em um cargo público. Mas sabemos bem que a dificuldade reside em como montar um planejamento de estudo. Antes de mais nada, isso você pode fazer sozinho. Mas como?! 

Por achar que não tem a resposta a essa pergunta, muitas vezes você paralisa diante dela e acaba pulando a etapa do planejamento e já começa a estudar sem realocar de forma correta as matérias, sem saber quando fazer revisões, quanto tempo de estudo, o que deve ser priorizado e por aí vai. 

E Convém ressaltar que ter um plano de estudos vai muito além de montar um quadro de horário. Por isso, vamos ajudar você com algumas dicas que podem auxiliá-lo(a) a montar seu planejamento e otimizar seus estudos.

#ESTABELEÇA SEU OBJETIVO

Saber o que quer é o primeiro passo para tudo. Analise sua rotina, as possibilidades, as suas dificuldades e os concursos. Escolha aquele que esteja mais adequado a sua realidade atual, rotina e tenha mais a ver com suas aspirações e aptidões. Feito tudo isso, defina um objetivo claro, real e que seja executável. Anote ele em um papel, para que seja algo oficial e que comprometa você a segui-lo.

#DEFINA METAS

As metas são divisões que levam ao objetivo maior. Podem ser a curto, médio ou longo prazo. São mensuráveis e específicas, a exemplo de definir a quantidade de horas diárias, semanais e mensais. Meta de todo domingo treinar por meio de provas anteriores. Meta de todo sábado fazer simulados. São essas pequenas metas que, reunidas e cumpridas, farão com que você alcance seu propósito.

#DEFININDO HORAS LÍQUIDAS

Passada toda aquela parte inicial, chegou a hora de saber quanto tempo você tem para estudar, além de rever prioridades e cortar diversas atividades dispensáveis do seu dia a dia em prol do seu estudo. Aqui é realmente conhecer o que faz todo dia.

Crie uma planilha, pode ser no Excel, e coloque cada horário seu, tudo o que faz em cada um e o tempo que leva para realizar tal atividade, desde dormir, alimentar-se, academia, trabalho. Além disso, coloque seu tempo livre. Tudo isso resultará em horas líquidas que terá para estudar. Claro que, após ver o resultado, deverá avaliar se deve ou não tirar alguma atividade para que aumente suas horas, dependendo de seu objetivo e também do que você já tem de bagagem de estudo. Seja o mais realista possível quando delimitar tudo o que faz diariamente.

Veja abaixo um exemplo desse modelo de planilha

#SISTEMATIZE O EDITAL

Essa etapa nada mais é que colocar em uma planilha todas as disciplinas do concurso divididas em grupos de matérias específicas e matérias básicas. No edital consta quais são. Abaixo de cada disciplina, inserir separadamente todo o conteúdo que será cobrado nela. Ao lado, coloque colunas com os títulos teoria, lei seca, questões, revisão, resumo e simulado para que você vá marcando o que já fez em cada um.

Abaixo um modelo de como sistematizar o seu edital

#FAÇA SEU QUADRO DE HORÁRIO DE ESTUDOS

Já identificadas quantas horas líquidas tem para estudar e quais as disciplinas devidamente sistematizadas, agora é a vez de montar o quadro de horário. Algumas pessoas estudam por ciclo de estudos, outras por quadro fixo. Não tem o melhor ou pior, tem o que você se adequa mais e aí só depende de cada um. Aqui falaremos apenas daquele quadro de horário programado, o "fixo".

Crie uma tabela com dias da semana(incluindo os finais de semana, claro) e os horários que tem para o estudo em cada dia. Distribua as disciplinas em cada um deles. Mas como fazer isso?! Primeiro, a partir do seu edital sistematizado, veja quantas disciplinas tem, no edital o peso de cada uma delas para o concurso e as que você tem mais dificuldades, bem como as que já tem certa facilidade e conteúdo. 

Dessa forma, para algum concurso de TRE, por exemplo, você não vai colocar a mesma quantidade de horas para Direito Eleitoral, que é específica e tem peso maior, da de Regimento Interno, que é básica e peso menor. Não faz sentido, não é mesmo. Portanto, reserve mais tempo para as de peso maior ou as que tem mais dificuldade e tempo menor para as outras.

Também considere variáveis como o turno em que você aproveita melhor(manhã, tarde ou noite) e coloque nele as matérias que exigem mais. Aos fins de semana ou horários diversos daquele que aproveita bem, insira as matérias que você já está familiarizado ou que exigirá "menos" de seu esforço mental, psicológico e até mesmo físico. 

E para otimizar ainda mais, alterne disciplinas diferentes. Por exemplo, se em determinado horário do dia colocou Português, no horário seguinte insira Raciocínio Lógico. No seu quadro também indique o dia e horário em que fará simulado e provas anteriores da banca. Assim como o estudo teórico, eles são fundamentais. Também não esqueça de levar em conta o descanso dentro do estudo da mesma disciplina(15 minutos, por exemplo) e entre uma disciplina e outra (de 1 a 2 horas). Para tanto, há a técnica do pomodoro que pode lhe ajudar nisso. CONFIRA AQUI sobre ela em um de nossos artigos.

E caso o seu concurso englobe diversas disciplinas que seria técnica e humanamente impossível realocá-las apenas em uma semana, a exemplo de concurso para Auditor Fiscal da Receita Federal, basta distribui-las por duas semanas. Para uma semana faça um quadro para X disciplinas; para a outra semana faça um para y discoplinas; na outra semana volte para o quadro X, na seguinte para o quadro Y, e assim sucessivamente. Assim você consegue estudar todas e com igualdade de condições.

Veja exemplo de quadro de horário para quem tem o dia todo livre, com divisão de matérias por semana, e outro para quem trabalha e estuda

Resultado de imagem para quadro de horario para quem trabalha e estuda para concurso

#MONTE SEU CRONOGRAMA

Antes de mais nada, é preciso pegar o calendário, contar quantos dias terá até sua prova, caso o edital já esteja lançado, considerar feriados e alguma programação sua que não tem como adiar ou deixar de fazer. Feito isso, monte o seu próprio calendário com todos os dias que terá até o seu concurso e imprima-o. Nele monte seu cronograma que nada mais é que delimitar em cada dia, semana e mês o que vai estudar em cada disciplina no dia que foi determinado para ela (o conteúdo você organizou no seu edital sistematizado. Lembra?!). Se às segundas, quartas e sextas estuda Direito Eleitoral, insira o conteúdo dela na semana. Um exemplo para essa disciplina seria:

- Semana 1: segunda-feira estudar teoria Lei das Eleições do artigo "X" até o "Z"

quarta-feira concluir teoria Lei das Eleições e fazer resumo

sexta-feira estudar teoria Lei dos Partidos do artigo "N" até o "P"; fazer questões de Lei das Eleições, que foi o último conteúdo estudado

- Semana 2: segunda-feira concluir teoria Lei dos Partidos e resumo; revisão Lei das Eleições

Quarta-feira estudar teoria Resolução 21.538/2003 do artigo X até o Z; fazer questões da Lei dos pratidos

Sexta-feira concluir Resolução 21.538/2003 e resumo; revisão da Lei dos Partidos

Obs.: sobre revisões, CONFIRA AQUI tudo sobre quando e como fazê-las.

Basicamente o cronograma é colocar de forma bem detalhada tudo o que fará no dia naquela disciplina e marcando tudo o que já foi concluído. Para que seja mais eficaz possível, a sugestão é que ele já seja produzido até o dia de sua prova ou no mínimo mensal. Assim fica tudo estabelecido e dará a você o comprometimento em cumprir exatamente o que foi colocado. 

Quando você faz um cronograma diário ou semanal a tendência é você inserir variáveis e outras atividades que não dizem respeito ao estudo, não saberá ao certo o tempo real que terá até a prova e o que deve ser ajustado, e ainda terá a falsa ilusão de que, caso não cumpra os prazos, terá a outra semana para cumprir. Isso vira uma verdadeira bola de neve. Chegará o dia da prova e não terá visto nem mesmo os conteúdos mais cobrados pela banca.

#ESTABELEÇA QUESTÕES

A resolução de questões também deve ser colocada em seu cronograma, descrevendo se em determinado dia fará questões comentadas para fixar o assunto ou de algum site de questões para treinar e saber realmente o que aprendeu. Além disso, estabeleça metas de questões para cada matéria. Sobre quando fazer, como fazer, os meios, temos para você um GUIA COMPLETO DE QUESTÕES PARA CONCURSOS. Basta CLICAR AQUI.

Além disso, não basta fazer questões, é necessário também medir como anda seu rendimento para que saiba realmente como foi o seu estudo da teoria, o que precisa estudar novamente, o que merece apenas revisões. Para tanto, a gente disponibilizou uma planilha para que você tenha tudo isso bem delimitado. Ela é ajustável para qualquer concurso.

FAÇA AQUI O DOWNLOAD

Qualquer atividade realizada sem algum tipo de preparo é uma atividade aleatória que resulta, em geral, em destinos não esperados, como a não aprovação, por exemplo. Portanto, para que o seu destino seja o esperado com o seu propósito alcançado, um dos seus grandes aliados é o planejamento de estudos. 

Sabendo o que é preciso estudar, em que momento, as repetições, o concurseiro garante maior organização e, consequentemente, maior concentração, mais foco, disciplina e estudo eficiente. Ingredientes perfeitos para tornar sua aprovação mais próxima. Que tal começar agora a fazer o seu planejamento 2017 com as dicas que expusemos? Depois conte para nós se foram válidas e os seus resultados.

Abraços e bons estudos!!!

CONHEÇA ALGUNS DE NOSSOS CURSOS QUE IRÃO AJUDAR VOCÊ A PLANEJAR SEUS ESTUDOS DA MELHOR FORMA: 



    

            

    

Veja também

Deixe seu comentário