​Concurso para o INSS: 2019 vem aí!

O Jornal “O Globo” noticiou no dia 20.12.2018 informações relevantes para quem está se preparando para o concurso do INSS, ressaltando a necessidade premente de intervenção e contratação de servidores para o órgão, como forma de evitar um apagão.

Segundo a reportagem, um terço dos servidores do órgão, cerca de 11.500, poderão se aposentar em janeiro de 2019, pois a partir deste momento a gratificação de desempenho passará a ser paga na integralidade. Atualmente, os servidores do INSS estavam recebendo a gratificação de forma escalonada, mas em janeiro 2019 estarão recebendo o percentual máximo (100%). Muitos dos servidores do órgão, mesmo preenchendo os requisitos para aposentadoria, estavam aguardando a incorporação da referida parcela com o percentual máximo.

Em contrapartida e na tentativa de evitar evasão, há uma tendência de valorização remuneratória dos servidores do órgão, através da atribuição do sistema de remuneração por produção. Estuda-se pagar R$ 60,00 por processo de benefício analisado por servidor, sendo este valor acrescido da remuneração normal. Essa forma de remuneração pode parecer novidade, mas não é, pois o órgão já bonifica os médicos-peritos por perícia adicional realizada.

O pedido de autorização

O INSS tem atualmente 32.789 servidores, sendo que 11,5 mil poderão se aposentar em janeiro de 2019, e incorporando o percentual máximo da gratificação de função. Para evitar um apagão, o Instituto Nacional do Seguro Social solicitou 7.580 vagas.

Dessas vagas, quase 4 mil vagas são para o cargo do Técnico do Seguro Social.

Em virtude do risco de “apagão”, o INSS tem tudo para ter o concurso autorizado no início do próximo governo, pois a atividade desenvolvida pelo órgão é essencial para a população brasileira.

Segundo informações da equipe de transição do novo governo, o órgão passará a integrar o Ministério da Economia, o qual será o ministério mais importante do país.

Dos salários dos cargos

CARGO FORMAÇÃO ACADÊMICA SALÁRIO
TÉNICO DO SEGURO SOCIAL NÍVEL MÉDIO Inicial R$ 5.344,87
ANALISTA DO SEGURO SOCIAL NÍVEL SUPERIOR Inicial R$ 7.954,09
MÉDICO-PERITO NÍVEL SUPERIOR Inicial R$ 8.988,41





Cursos Proluno – Direito Previdenciário:

                     

Veja também

Deixe seu comentário